Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

‘Separação amigável’, diz Bolsonaro sobre Santos Cruz

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
‘Separação amigável’, diz Bolsonaro sobre Santos Cruz
(Brasília - DF, 01/01/2019) Cerimônia de Nomeação dos Ministros de Estado. Foto: Alan Santos/PR

“Não houve elevação de voz. Foi um momento até constrangedor pelo passado da gente”, afirmou Bolsonaro sobre a demissão de Santos Cruz.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, comparou a demissão do general Carlos Alberto Santos Cruz a uma relação conjugal ao dizer que houve uma “separação amigável”.

Um dia depois de demitir o Santos Cruz da Secretaria de Governo, Bolsonaro comentou sobre a exoneração durante café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto, em Brasília.

Bolsonaro admitiu que atritos motivaram a saída de Santos Cruz do governo:

“Não adianta tentar esconder que problemas aconteceram. Está tudo em paz entre nós três. Ramos tem suas qualidades também.”

O general da ativa, Luiz Eduardo Ramos, comandante militar do Sudeste, será o substituto de Santos Cruz à frente da Secretaria de Governo.

Segundo Bolsonaro, embora considere que Santos Cruz “cumpriu sua missão”, as portas estão abertas para que ele ocupe outro cargo em sua gestão e que “seria muito bom” se ele aceitasse alguma função.7

Bolsonaro ainda elogiou o ex-auxiliar, a quem chamou de “grande companheiro e amigo”. “Não houve elevação de voz. Foi um momento até constrangedor pelo passado da gente”, acrescentou ele, segundo O Globo.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email