- PUBLICIDADE -

Sérgio Camargo critica sistema de cotas raciais

Sergio Camargo pede protecao da PF apos ameacas
Imagem: Reprodução/ Fundação Palmares
- PUBLICIDADE -

“Cotas devem ser sociais, para os estudantes pobres de qualquer tom de pele, desde que disciplinados e esforçados”, diz Camargo.

Pela primeira vez, a Universidade de São Paulo (USP) expulsou um aluno por fraude no sistema de cotas raciais e sociais. 

Braz Cardoso Neto, de 20 anos, ingressou na universidade pelo sistema de cotas se auto-declarando pardo, de ascendência negra e com baixa renda familiar.

O estudante do curso de relações internacionais não conseguiu, no entanto, comprovar a autodeclaração, destaca o portal G1.

Em mensagem no Twitter, Sérgio Camargo, presidente da Fundação Palmares, disse que o “sistema de cotas raciais” é o “verdadeiro problema”:

“As fraudes, assim como ‘tribunais raciais’ que tentam coibi-las, são consequências nefastas do sistema de cotas raciais, este sim o verdadeiro problema.”

Camargo acrescentou:

“Cotas devem ser sociais, para os estudantes pobres de qualquer tom de pele, desde que disciplinados e esforçados.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -