- PUBLICIDADE -

Sérgio Camargo pede boicote de novo filme de Lázaro Ramos

Sérgio Camargo é mantido à frente da Fundação Palmares

“O filme, bancado com recursos públicos, acusa o governo Bolsonaro de crime de racismo”, diz Camargo.

- PUBLICIDADE -

Sérgio Camargo, presidente da Fundação Cultural Palmares, pediu, no último sábado (20), o boicote ao filme “Medida Provisória”, dirigido por Lázaro Ramos

Em mensagem no Twitter, Camargo disse que o filme seria “pura lacração vitimista e ataque difamatório“:

“O filme, bancado com recursos públicos, acusa o governo Bolsonaro de crime de racismo – deportar todos os cidadãos negros para a África por Medida Provisória.” 

E acrescentou:

“Temos o DEVER MORAL de boicotá-lo nos cinemas. É pura lacração vitimista e ataque difamatório contra o nosso presidente.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -