Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Sergio Moro celebra extradição de narcotraficante do PCC

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Sergio Moro defende vetos no projeto de abuso de autoridade
Imagem: Reprodução/Wenderson Araujo
COMPARTILHE

“Um grande golpe contra o crime organizado”, disse Moro sobre a prisão de Fuminho.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, agradeceu, neste domingo (19), ao governo de Moçambique pela extradição do traficante Gilberto Aparecido dos Santos, apelidado de “Fuminho”.

Membro do alto escalão do Primeiro Comando da Capital (PCC), Fuminho era o criminoso mais procurado pelas autoridades do Brasil por ser considerado o braço direito de “Marcola”, o líder da facção criminosa.

Em mensagem no Twitter, Moro declarou:

“Após sua prisão na terça-feira, Gilberto Nascimento, vulgo Fuminho, número 02 do PCC, foi expulso de Moçambique e trazido ao Brasil, para presídio federal na data de hoje. Um grande golpe contra o crime organizado e uma demonstração de que o Governo brasileiro tomará todas as ações necessárias para trazer esses criminosos à Justiça.”

E acrescentou:

“Congratulações para a Polícia Federal. Agradecimentos para a FAB, o Ministério da Defesa, o Ministério das Relações Exteriores, a DEA, o Dep. de Estado dos EUA e,em especial, o Governo e a Polícia de Moçambique.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM