Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Sergio Moro defende pacto empresarial contra corrupção no Brasil

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Sergio Moro defende pacto empresarial contra corrupção no Brasil

O ministro da Justiça, Sergio Moro, defendeu nesta terça-feira (22) um pacto empresarial no Brasil contra subornos.

Em sua participação inicial no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, na sessão sobre como empresas, governos e sociedade civil podem restaurar a integridade e confiança nas lideranças, Sergio Moro foi incisivo ao criticar a cultura da corrupção no Brasil.

Em sua participação no debate, o ministro da Justiça destacou que o Brasil é um bom exemplo de como a corrupção generalizada mina a confiança.

Moro relatou que pagar propinas tinha se tornado um comportamento normal na sociedade brasileira e que os envolvidos costumavam dizer que era a “regra do jogo”.

O ex-juiz da Lava Jato destacou também que o País tem tradição de impunidade contra corrupção. Mas, segundo ele, algo mudou no Brasil.

Segundo o “Estadão”, Moro declarou:

“A corrupção generalizada foi ruim não apenas para a confiança pública, como também minou a competição leal no mercado.”

E acrescentou:

“Empresas pagaram propina para obter vantagens em contratos públicos. O setor público tem grande responsabilidade nisso. E o setor privado deve também se unir para censurar os que tomam passos errados.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email