Português   English   Español
Português   English   Español

Sergio Moro diz que caso FHC nunca passou por ele

Sergio Moro diz que caso FHC nunca passou por ele
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Durante participação em sessão no Senado, Moro rebateu críticas de que a Lava Jato tenha tido motivações políticas.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, disse que o caso referente a uma investigação sobre o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso nunca passou por suas mãos.

Na noite desta terça-feira (18), o site The Intercept publicou uma nova reportagem contendo supostas mensagens privadas entre Moro e o procurador da República, Deltan Dallagnol, envolvendo o nome do tucano FHC. Em uma nota oficial, o Ministério da Justiça negou a autenticidade das mensagens.

Durante audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, nesta quarta-feira (19), após ser questionado sobre o assunto pelo líder do Partido dos Trabalhadores na Casa, senador Humberto Costa (PE), Moro rebateu:

“O caso não era meu, nunca passou pelas minhas mãos. Como nunca passou pelas minhas mãos, como eu iria interferir nessas coisas?”

Moro disse que o caso referente à FHC iniciou de uma delação premiada feita por executivos da Odebrecht homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e que foi encaminhado para São Paulo, e não para a Vara Federal em Curitiba, onde ele oficiava.

Segundo o ministro, a Lava Jato atingiu “de forma severa” vários partidos, não apenas aqueles alinhados ao então governo do PT.

“Não teve nenhum projeto político envolvido senão o projeto de cumprir a lei”, acrescentou ele, segundo a agência Reuters.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...