PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Sergio Moro diz que não há prazo para fim da Lava Jato

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Sérgio Moro, o juiz responsável pela Operação Lava Jato há quatro anos, não consegue prever um prazo para o fim das investigações sobre o maior esquema de corrupção do Brasil, que já mandou vários empresários e políticos dos mais poderosos do país para a prisão.

Moro disse em entrevista à Bloomberg em Nova York que a Lava Jato é “imprevisível”, embora ache que a maior parte do seu trabalho esteja quase concluída:

‘A investigação não têm prazo de validade. Investigações criminais muitas vezes são imprevisíveis, dependem dos fatos. Enquanto as evidências continuarem, continuaremos fazendo nosso trabalho. Como juízes e promotores, não temos uma opção’, declarou Moro.

Moro rejeita a ideia de que a incerteza resultante de uma investigação prolongada é prejudicial para a maior economia da América Latina. Ele argumentou que a Lava Jato trará resultados positivos a longo prazo para brasileiros e investidores estrangeiros.

“Os investidores devem pensar no quadro mais amplo”, disse ele, fazendo uma comparação com o escândalo de Watergate nos Estados Unidos. “Isso trouxe instabilidade política, mas seria melhor deixar Richard Nixon na Presidência?”

Moro considera o apoio popular essencial para proteger a Lava Jato de seus inimigos e descartou qualquer plano de concorrer a um cargo político:

‘Isto é uma fantasia. Eu não posso concorrer nessas eleições e fiz a promessa de que não vou concorrer nunca no futuro. Sou feliz sendo juiz’, explanou Moro.

 

Com informações de: [Bloomberg]
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.