Sergio Moro fala sobre greve dos caminhoneiros

Após remarcar audiências previstas para a próxima segunda-feira (28), Moro classificou a reivindicação dos caminhoneiros como “legítima” e bloqueio nas estradas como “questionável”.

Em um despacho no processo do sítio em Atibaia, no qual o ex-presidente Lula está entre os réus, o juiz federal Sergio Moro fez comentários sobre a greve dos caminhoneiros.

Por causa da paralisação, o magistrado decidiu adiar as audiências do processo que estavam marcadas para a próxima segunda-feira (28).

Moro disse na decisão de adiar as audiências:

Espera-se que prevaleça o bom senso dos envolvidos, com a normalização da situação e antes que ocorram episódios de violência, mas considerando a incerteza em relação aos próximos dias, é o caso de, por prudência, suspender as audiências do dia 28/05/2018 e, oportunamente, redesigná-las.

O magistrado também disse considerar legítima a pauta de reivindicação dos caminhoneiros:

Há uma pauta de reivindicação legítima da respeitável categoria e que deve ser avaliada pelas autoridades competentes. No entanto, o prolongamento excessivo da paralisação e que inclui o questionável bloqueio de rodovias tem gerado sérios problemas para a população em geral.

 

Com informações da Gazeta do Povo
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia