Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Sergio Moro rebate críticas à portaria 666

COMPARTILHE

“Só mesmo no Brasil para outros defenderem que pessoas suspeitas de, por exemplo, envolvimento em terrorismo”, escreveu Moro.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, voltou a defender a portaria 666, que serve para impedir que entrem no Brasil estrangeiros envolvidos em terrorismo, tráfico de drogas e armas, pornografia infantil e outros crimes graves.

Moro compartilhou na rede social Twitter, nesta sexta-feira (2), uma nota da Associação Nacional de Juristas Evangélicos (Anajure) sobre o tema.

O ex-juiz da Lava Jato reiterou que “a portaria nada mais fez do que regular exceções previstas na lei e que já deveriam ter sido regradas antes”, como a que “proíbe a invocação de refúgio por aquele considerado perigoso para segurança do país”.

Logo em seguida, em outra postagem, Moro escreveu:

“Só mesmo no Brasil para outros defenderem que pessoas suspeitas de, por exemplo, envolvimento em terrorismo, em grupos terroristas ou em exploração sexual infantil não devam ser barradas na entrada e deportadas sumariamente”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE