Sergio Moro terá novo esquema de segurança durante transição

Idiomas:

Português   English   Español
BRASILIA/DF 09-09-2015 NACIONAL CCJ MORO O juiz Sérgio Moro, principal responsável pela Operação Lava-Jato, e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, foram convidados para debater a questão da prisão preventiva na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). FOTO DIDA SAMPAIO/ESTADAO
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A Polícia Federal fará a segurança do juiz federal Sergio Moro já durante o período de transição.


Para assumir o Ministério da Justiça, o juiz terá de se desligar da magistratura e perderá a escolta oferecida pela Justiça Federal.

A autorização para que o “cidadão” Moro ganhe a proteção, mesmo antes de assumir a pasta, será dada pela direção-geral da PF.

O magistrado já recebeu inúmeras ameaças devido ao seu trabalho na condução da Operação Lava Jato.

“Eu e ele temos menos direitos do que alguém com a tornozeleira que está andando por aí”, resumiu o presidente eleito Jair Bolsonaro.

Por causa da Lava Jato, Moro se viu obrigado a usar carro blindado e a só sair de casa acompanhado de escolta armada. A Polícia Federal era acionada quando o magistrado viajava ou em momentos mais críticos da operação.

 

Adaptado da fonte Estadão

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...