Português   English   Español
Português   English   Español

Seria a Argélia o novo “berço da humanidade”?

Seria a Argélia o novo "berço da humanidade"?
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Pesquisadores encontram ferramentas de pedra e ossos de animais abatidos por hominídeos há cerca de 2,4 milhões de anos. Descoberta antecipa em 600 mil anos a presença de ancestrais humanos no norte da África.

Os seres humanos podem ter começado a usar ferramentas de pedra para abater animais muito antes – e numa parte diferente do mundo – que se pensava até então.

Uma equipe de pesquisadores encontrou na Argélia ferramentas de pedra e ossos de animais decepados datados em até 2,4 milhões de anos.

A descoberta coloca em questão o título de “berço da humanidade” dado à África Oriental, segundo a pesquisa publicada na revista científica “Science” na sexta-feira (30).

O estudo relatou a descoberta de cerca de 250 ferramentas primitivas e 296 ossos de animais no sítio arqueológico de Ain Boucherit, em Setif, cerca de 300 quilômetros a leste da capital Argel.

A descoberta foi feita por uma equipe de pesquisadores de Espanha, Austrália, França e Argélia, informa a DW.

Seria a Argélia o novo "berço da humanidade"?
Arqueólogos no sítio arqueológico de Ain Boucherit.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!