PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Servidor exonerado da Saúde rebate denúncia de propina

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Estou sendo usado de fantoche para algo?”, questiona Dias.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Roberto Dias afirmou que “nunca” tratou de propina na venda de vacinas contra a Covid-19

O ex-diretor do Departamento de Logística do Ministério da Saúde divulgou uma nota, nesta quinta-feira (1º), rebatendo as acusações de Luiz Paulo Dominguetti, representante da empresa Davati, que denunciou o caso e está prestando depoimento à CPI Pandemia.

Dias descreveu o jantar que teve com Dominguetti e negou qualquer irregularidade:

“É importante frisar que, ao contrário do que é alegado pelo Dominghetti, o tema propina, pedido de dinheiro, facilitação… nunca foi tratado à mesa ou em qualquer outro ambiente em que eu estive presente.”

O ex-diretor disse que o Ministério da Saúde ouvia diversas propostas, mas era “extremamente improvável” que a oferta feita por Dominguetti fosse aceita:

“Porém, preciso saber qual a motivação desse senhor para nesse momento vir contar essa história absurda. Quem ele quer atingir ou proteger? Estou sendo usado de fantoche para algo?“

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.