Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Sessão de emergência na OEA para discutir Venezuela

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Sessão de emergência na OEA para discutir Venezuela

O Conselho Permanente da Organização dos Estados Americanos (OEA) convocou sessão extraordinária para esta quinta-feira (24), em Washington, nos Estados Unidos, para discutir a situação na Venezuela.

A reunião ocorre um dia depois do presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, se declarar presidente interino e o ditador venezuelano, Nicolás Maduro, afirmar que se mantém no poder.

O Brasil, os Estados Unidos, a União Europeia, a Organização das Nações Unidas (ONU), o Grupo de Lima e a própria OEA se manifestaram favoravelmente a Guaidó em defesa de novas eleições gerais na Venezuela.

A situação na Venezuela se agravou após a posse de Maduro para o segundo mandato presidencial em 10 de janeiro. Para diversas nações mundo afora, o mandato é ilegítimo pois as eleições foram fraudulentas.

Nas redes sociais, o secretário-geral da OEA, Luis Almagro, elogiou a iniciativa do Parlamento venezuelano em designar Gustavo Tarre Briceño como representante especial para coordenar ações para o “restabelecimento da ordem constitucional e democrática” na Venezuela no âmbito da organização, informa a agência “EBC“.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email