- PUBLICIDADE -

Sinagoga do século 14 reabre em Alexandria, no Egito

Sinagoga do século 14 reabre em Alexandria, no Egito
Imagem: Reprodução/AFP

- PUBLICIDADE -

Egito foi o primeiro país árabe a assinar um tratado de paz com Israel em 1979. Restauração é sinal de tolerância.

O governo egípcio reabriu, na última sexta-feira (10), uma sinagoga do século 14 que foi restaurada na cidade de Alexandria

A restauração faz parte da política de recuperação da rica herança cultural e religiosa do Egito, além de ser um sinal de tolerância no país de maioria muçulmana.

Eliyahu Hanavi, que é a maior das duas sinagogas existentes em Alexandria, possui vitrais verdes e violetas e imponentes colunas de mármore. A reforma começou em 2016, depois do colapso do telhado.

Imagem: Reprodução/Twitter

Construída em 1354, a sinagoga ficou totalmente danificada apó ser bombardeada durante a invasão do Egito pela França de Napoleão Bonaparte, em 1798. Em 1850, um novo edifício foi construído sobre o original.

A obra de revitalização custou US$ 6,2 milhões, cerca de R$ 25,3 milhões. A restauração incluiu a fachada, a decoração e o sistema de iluminação, informa o site UOL.

A cidade de Alexandria chegou a abrigar no passado 40 mil judeus. Atualmente, no entanto, poucos deles restam no país.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -