Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Sindicalistas, indígenas e estudantes param a Colômbia

Sindicalistas indígenas e estudantes param a Colômbia
COMPARTILHE

Esta é a terceira paralisação nacional em duas semanas contra o governo colombiano. 

Ao lado de sindicalistas e estudantes, indígenas foram os protagonistas, nesta quarta-feira (4), do terceiro dia de greve geral na Colômbia.

Eles protestam contra medidas econômicas e sociais do governo do presidente Iván Duque, no poder há 16 meses. 

Centenas de concentrações e marchas convocadas em todo o país causaram grandes congestionamentos nas áreas urbanas e também bloqueios em estradas. 

Em Medellín foram registrados confrontos com as forças de segurança. Em Bogotá e Cali, também, além de “panelaços” ao fim dos protestos.

Na capital colombiana, no entanto, o comércio e as empresas funcionaram normalmente, e o número de manifestantes nas ruas ficou longe da multidão vista nas duas primeiras edições da greve, informa a emissora Deutsche Welle.

Nesta quarta-feira, segundo a ministra do Interior, Nancy Patricia Gutiérrez, 40 mil manifestantes teriam ido às ruas. Os organizadores afirmam que o número de participantes foi maior.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE