Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Sindicato justifica agressões da militância petista contra jornalistas

COMPARTILHE

Em nota publicada no site oficial, o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo criticou as agressões sofridas por jornalistas nos últimos dias, mas disse que a imprensa vai continuar apanhando da militância do PT enquanto Lula estiver na cadeia.

Para o Sindicato dos Jornalistas de SP, censura ou agressão a jornalistas são incoerentes com a defesa da democracia. No entanto, os ataques sofridos por dezenas de membros da imprensa nos últimos dias são justificáveis:

4 – Essa situação lamentável é resultado também da política das grandes empresas de comunicação, que apoiam o golpe, e que adotam uma linha editorial de hostilidade contra as organizações populares.

O discurso acima, que pode ser encontrado na boca de qualquer militante petista, foi regurgitado na nota de um Sindicato que deveria proteger jornalistas. E não parou por aí.

5 – Tais empresas apoiam as medidas antipopulares de Michel Temer (MDB) e querem aplicar as “reformas” contra os seus trabalhadores.

Após a crítica padrão contra o vice da Dilma Roussseff e suas tentativas de reformas, o Sindicato dos Jornalistas de SP terminou explicando a única maneira de conter agressões contra funcionários dos veículos da grande mídia brasileira.

6 – Para impedir que casos de agressão e tentativas de censura se repitam é preciso que se retome a democracia, o que só será possível com Lula livre e com a garantia de o povo brasileiro poder votar legitimamente nas eleições de 2018.

 

Com informações de: [SJSP]

 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE