- PUBLICIDADE -

Só 3% das barragens do Brasil foram fiscalizadas em 2017

Só 3% das barragens do Brasil foram fiscalizadas em 2017

- PUBLICIDADE -

780 barragens foram fiscalizadas por 29 órgãos estaduais ou agências reguladoras federais no ano de 2017. Este número corresponde a 3,23% do total de 24.092 barragens existentes no Brasil.

As barragens, segundo especialistas, têm distintas finalidades. Elas são utilizadas desde irrigação à exploração hidrelétrica, abastecimento, uso animal, aquicultura, contenção de resíduos minerais, resíduos industriais.

No caso da barragem com dejetos da extração de minérios de ferro da companhia Vale no Córrego do Feijão, em Brumadinho, cidade do estado de Minas Gerais, não foi classificada como crítica pela Agência Nacional de Mineração (ANM) no levantamento que originou o relatório.

Os dados são do Relatório de Segurança de Barragens 2017, publicado no ano passado pela Agência Nacional de Águas (ANA), responsável pela fiscalização de 24 barragens no período

Apenas a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) foi responsável pela fiscalização de 28 barragens e a Agência Nacional de Mineração (AMN), por 211.

Pelo estudo, os órgãos que mais fizeram fiscalização em barragens foram o Instituto Naturatins (Tocantins), com 142 vistorias, e as secretarias de Meio Ambiente de Minas Gerais (125) e do Ceará (115), informa o “Congresso em Foco“.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -