Sobe para 264 o número de mortos em repressão na Nicarágua

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) elevou a 264 o número de mortes registradas na repressão do governo de Daniel Ortega contra manifestantes pedindo sua renúncia na Nicarágua.

As manifestações tiveram início no dia 18 de abril.

Conforme o registro da Comissão, desde o início da repressão do governo aos protestos, 264 pessoas perderam a vida e mais de 1.800 ficaram feridas.

As informações foram fornecidas pelo secretário Executivo da CIDH, Paulo Abrao, ao informar o conselho permanente da OEA sobre a situação na Nicarágua.

A situação está cada vez mais complicada para a população nicaraguense. Nos últimos dias, forças paramilitares chegaram a disparar até foguetes contra manifestantes, conforme reportado por Renova Mídia.

Com informações de Isto É

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.