Sobem os pedidos de auxílio-desemprego nos EUA

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA aumentam inesperadamente.

O número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego cresceu na semana encerrada em 18 de setembro.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego nos Estados Unidos aumentaram em 16 mil, para 351 mil em dado ajustado sazonalmente.

A informação foi divulgada pelo Departamento do Trabalho dos EUA nesta quinta-feira (22).

As solicitações de auxílio-desemprego caíram de um recorde de 6,149 milhões no início de abril de 2020, mas ainda permanecem acima da faixa de 200 mil a 250 mil.

O nível atual não é considerado por especialistas ouvidos pela Reuters como consistente com condições saudáveis do mercado de trabalho.

A criação de vagas nos EUA desacelerou em agosto, registrando o menor nível em sete meses. 

“O Fed projetou a taxa de desemprego em 4,8% este ano, contra 4,5% previsto pelo banco central em junho. Em agosto, a taxa estava em 5,2%”, destaca a revista Exame.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.