Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Solidariedade evita que crianças morram desnutridas na Venezuela

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

Gabriela Vega, uma esforçada venezuelana de bom coração, oferece almoço de segunda a sexta-feira a 85 crianças de uma comunidade na capital Caracas.

Ela leva comida ao local graças à “Alimenta la Solidaridad“, programa da ONG Caracas mi Convive contra a desnutrição infantil.

Um estudo da organização Cáritas de agosto passado situou em 15,5% a desnutrição aguda em 32 localidades dos três Estados mais populosos do país.

Crianças morrendo de fome na ditadura comunista da Venezuela

Dos menores que Gabriela Vega atende, a maioria só come mandioca. “O único lugar onde comem carne é aqui, até mesmo para muitos é a única refeição do dia“, diz esta morena ativa de 35 anos.

O consumo do tubérculo prolifera por seu baixo custo, mas pode ser confundido com o que causou a morte, em fevereiro, de seis crianças e um adulto, segundo a deputada opositora Karin Salanova. Em 2017, foi reportada uma dezena de mortes.

Um grupo de estudantes com uniformes puídos espera para almoçar. Eles entram em grupos de 12 na pequena casa construída em uma ladeira onde antes havia um lixão.

Paredes de tijolos sustentam um telhado de zinco amassado.

O cheiro de sopa de carne com legumes passa pelos becos aonde se chega por escadarias estreitas. Devem comer depressa para que os demais possam entrar em seguida.

Uma oração antecede a primeira garfada: “Senhor, ajudai quem não tem nada para comer“.

A Gabriela, com três filhos, disseram que um refeitório cria mais pobreza, mas ela justifica: “lá em cima moram pessoas tão pobres que a gente sente que ficaram na Idade da Pedra“.

Embora o governo negue que haja uma crise alimentar e diga ter reduzido a pobreza extrema a 4,4% em 2017, a Encovi, um estudo em três universidades, a situou em 61,2%.

Otimista, Mariela Vega, mãe de ‘Gaby’, põe tempero no cardápio. “Às segundas preparamos grãos, às terças massa com carne moída, às quartas sopa, às quintas batata com ovo e às sextas banana com salsicha“.

 

Com informações de: [Estadão]

RENOVA Mídia precisa do seu apoio para continuar em funcionamento. Conheça nossa história e faça sua doação (boletou ou cartão) através da plataforma ApoiaSe. Clique AQUI e faça sua parte.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.