Português   English   Español

Soros doa US$ 1.5 milhão para extrema-esquerda de San Diego

soros-back

O bilionário esquerdista George Soros doou US$ 1.5 milhão (cerca de R$ 4 milhões) para a campanha de uma candidata de extrema-esquerda da cidade de San Diego, na Califórnia.

A candidata à procuradoria da cidade participou, no ano passado, de uma conferência financiada por Soros que reuniu os maiores colaboradores de projetos de esquerda.

O globalista George Soros, em uma tentativa de controlar o sistema criminal dos Estados Unidos, vem financiando campanhas de diversos candidatos à procuradorias ao redor do país.

Desta vez o dinheiro foi destinado a candidata Geneviéve Jones-Wright, defensora pública na cidade pelo Partido Democrata. O dinheiro será controlado por Whitney Tymas, tesoureira de diversas campanhas financiadas pelo bilionário.

De acordo com documentos publicados no banco de dados da cidade, o financiamento já destinou quase 195 mil dólares para anúncios em TV, 100 mil para propagandas na internet e 107 mil para o envio de correspondências com o intuito de divulgação.

A atual procuradora da cidade, Summer Stephan, vem destacando a influência de Soros na disputa, inclusive lançando um site para denunciar o “dinheiro contra a aplicação da lei que está entrando na cidade”.

O website, que contém diversas frases da candidata de oposição, mostra uma citação de Soros em que ele mostra que “sempre teve uma visão muito grande de si” e que se acha “um tipo de deus.”

O Free Beacon teve acesso a documentos da conferência citada no começo desta matéria que mostram que Jones-Wright participou de um painel chamado “Corridas à Procuradoria — Vencer Muito em 2018?”, que visava eleger candidatos de extrema-esquerda ao redor do país, os colocando na disputa com grande vantagem monetária frente a outros concorrentes.

 

Matéria traduzida e adaptada de Free Beacon

João Guilherme

João Guilherme

Estudante e interessado em política, história e religião.

Deixe seu comentário

Veja também...