STF cerceia ‘liberdade de expressão’, diz Fiemg

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Federação das Indústrias de Minas Gerais criticou medidas do STF.

A Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) divulgou um manifesto com críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF).

No documento, os industriais de Minas Gerais pedem que o STF revise sanções e a possibilidade de desmonetização de sites e portais de notícias acusados em inquéritos controversos contra as fake news.

De acordo com a entidade, trata-se de uma luta pela “segurança jurídica e institucional” e contra o “cerceamento à liberdade de expressão“.

As informações foram divulgadas, nesta quinta-feira (2), pelo site Gaúcha ZH.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.