- PUBLICIDADE -

STF determina buscas em inquérito sobre ‘fake news’ contra ministros

STF determina buscas em inquérito sobre 'fake news' contra ministros
- PUBLICIDADE -

Agentes da Polícia Federal (PF) em São Paulo e Alagoas estão cumprindo mandados na manhã desta quinta-feira (21) em inquérito aberto pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

O ministro do STF, Alexandre de Moraes, autorizou as primeiras medidas no inquérito que investiga fake news e calúnias contra ministros da Corte. A investigação corre em sigilo.

As ações estão sendo cumpridas na manhã desta quinta-feira (21) e incluem busca e apreensão nas casas de suspeitos em São Paulo e Alagoas.

O ministro, que é relator da investigação aberta pelo presidente da Corte, Dias Toffoli, indicou nesta quarta-feira (20) dois delegados para atuar no caso.

Segundo o G1, foram designados para a investigação o delegado federal Alberto Ferreira Neto, chefe da Delegacia Especializada em Repressão a Crimes Fazendários, e o delegado Maurício Martins da Silva, do Departamento de Inteligência da Polícia Civil de São Paulo.

Moraes anunciou ainda que a servidora do Supremo Cristina Yukiko Kusahara vai organizar, dentro da Corte, os trabalhos da equipe responsável pelo inquérito.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -