STF estipula prazo para Bolsonaro explicar bloqueio a jornalistas

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Ação contra Bolsonaro foi movida por Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo.

O Supremo Tribunal Federal (STF) estabeleceu um prazo de 10 dias para que o presidente Jair Bolsonaro explique o bloqueio de perfis de jornalistas nas redes sociais. 

O despacho com a decisão foi publicado neste domingo (1º).

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), autora da ação contra Bolsonaro, quer impedir que o chefe do Executivo bloqueie profissionais da imprensa.

A relatora da ação é a ministra Carmem Lúcia. No entanto, segundo o site Poder360, o prazo de 10 dias foi estipulado pela ministra Rosa Weber, que assumiu o plantão durante o recesso do Poder Judiciário.

De acordo com a Abraji, o bloqueio de jornalistas por Bolsonaro dificulta a atuação da imprensa, uma vez que “impede o profissional de conseguir impressões e interagir com o político”.

Além disso, a associação ressaltou que o jornalista deixa de ter “acesso à interação de outros usuários com a conta, o que funciona, na prática, como um controle exercido por um funcionário público sobre fontes de coleta de informação de jornalistas”.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.