Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

STF dá 5 dias para PF ouvir denúncias de Moro contra Bolsonaro

Decano do STF quer descriminalização do uso de drogas
COMPARTILHE

Moro acusa o presidente de tentar interferir em investigações da Polícia Federal.

Celso de Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou, nesta quinta-feira (30), que a Polícia Federal (PF) ouça o ex-ministro Sergio Moro num prazo de cinco dias.

Moro deverá prestar depoimento sobre as acusações de que o presidente da República, Jair Bolsonaro, tentou interferir no trabalho da PF.

Horas atrás, em entrevista exclusiva à revista Veja, Moro disse que não poderia admitir que Bolsonaro o chamasse de “mentiroso publicamente”.

Na última terça (28), Celso de Mello tinha determinado que o depoimento fosse colhido em até 60 dias. O prazo foi reduzido a pedido de parlamentares.

Em nova decisão, o magistrado do STF declarou:

“Determino, não obstante os autos estejam na douta Procuradoria-Geral da República, seja intimado, desde logo, para inquirição, o Senhor Sérgio Fernando Moro, em ordem a que possa apresentar ‘(…) manifestação detalhada sobre os termos do pronunciamento, com a exibição de documentação idônea que eventualmente possua acerca dos eventos em questão’.”

E acrescentou:

“A diligência ora determinada deverá ser efetuada pela Polícia Federal, no prazo de 05 (cinco) dias, consideradas as razões invocadas pelos Senhores parlamentares que subscrevem, juntamente com seus ilustres Advogados, a petição a que anteriormente me referi.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários