Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

STF mantém ordem de prisão de Eduardo Cunha

STF mantém ordem de prisão de Eduardo Cunha
COMPARTILHE

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) negou recurso apresentado pela defesa de Eduardo Cunha (MDB-RJ) para revogar uma das ordem de prisão que há contra ele.

O caso diz respeito à participação de Eduardo Cunha em fraudes em empréstimos concedidos pela Caixa Econômica Federal.

A ordem de prisão foi determinada pelo juiz Vallinsey de Souza Oliveira, da 10º Vara Federal de Brasília, em 31 de maio de 2017.

Cunha está preso desde outubro de 2016, por ordem do ex-juiz Sergio Moro, que tocava os processos da Lava-Jato e agora é ministro da Justiça no governo Jair Bolsonaro.

Em 1º de junho de 2018, Vallisney o condenou a 24 anos e dez meses de prisão e determinou a manutenção de sua prisão preventiva.

Segundo a revista Veja, a defesa do emedebista tentou revogar o mandado de prisão no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) e no Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas sem êxito.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários