PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

STF vai julgar ações sobre bloqueio do WhatsApp

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Ministério Público e a polícia argumentam que o aplicativo é usado para a prática de crimes e os ilícitos devem ser impedidos.

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar, na próxima quarta-feira (20), duas ações que contestam a validade de decisões judiciais que determinaram o bloqueio do aplicativo WhatsApp em todo o Brasil

A decisão do Supremo deverá esclarecer se a Justiça pode impedir o funcionamento temporário do aplicativo de mensagens devido à recusa de entrega de informações de usuários investigados por crimes.

Em todo o território brasileiro, magistrados determinam a quebra de sigilo de usuários que são investigados, obrigando o Facebook, que é proprietário do aplicativo, a repassar os dados das conversas com outros usuários à Justiça. 

Entretanto, o WhatsApp alega que não pode cumprir a decisão porque as mensagens são criptografadas de ponta-a-ponta, ou seja, não podem ser interceptadas por terceiros e não ficam armazenadas nos sistemas da empresa.

As ações que serão julgadas pelo STF foram protocoladas em 2016 pelo partidos Cidadania e PL. 

As siglas afirmam que o WhatsApp funciona como um meio de comunicação e não pode ser interrompido para todos os usuários. 

Os processos são relatados pela ministra Rosa Weber e pelo ministro Edson Fachin, destaca a agência EBC.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.