- PUBLICIDADE -

STJ mantém Adélio em presídio federal de Campo Grande

Laudo psiquiátrico aponta insanidade mental de Adélio Bispo

STJ entendeu que a superlotação de hospital psiquiátrico colocaria em risco a segurança de Adélio e da sociedade.

- PUBLICIDADE -

A 3ª Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu, na última sexta-feira (14), que Adélio Bispo, autor da facada contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, vai continuar preso na penitenciária federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

A decisão foi tomada em julgamento sobre o conflito de competência entre as duas jurisdições.

Enquanto a 5ª Vara Federal Criminal de Campo Grande pede que Adélio seja mandado de volta a Minas Gerais, onde aconteceu o atentado e correu o processo, a Justiça mineira alega falta de vagas no Hospital Psiquiátrico Judiciário Jorge Vaz, o único no Estado.

A 3ª Vara Federal de Juiz de Fora informou que há uma fila de 427 pessoas para internação na instituição.

De acordo com o juízo, seria “temerário” internar Adélio Bispo em um hospital sem estrutura para garantir a segurança adequada, o que justificaria a permanência na penitenciária de Campo Grande, destaca a rádio Jovem Pan.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -