Suécia aprova construção de gasoduto ligando Rússia à Europa

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A Suécia aprovou a construção do gasoduto Nord Stream 2 (“Corrente do Norte 2”, em português), de acordo com informações divulgadas nesta quinta-feira (7) pelo ministro das Empresas e Inovação.

“O governo deu sua permissão para [construção] do Nord Stream 2 na zona econômica da Suécia no mar Báltico. A Suécia não pode dizer ‘não’ ao projeto”, afirmou o ministro.

A solicitação para a construção do gasoduto foi enviada à Agência de Energia Dinamarquesa em abril de 2017.

O gasoduto Nord Stream 2 é um projeto conjunto das empresas Gazprom (Rússia), Engie (França), OMV AG (Áustria), Royal Dutch Shell (Holanda/Inglaterra) e as alemãs Uniper e Wintershall.

O gasoduto poderá transportar 55 bilhões de metros cúbicos de gás natural da Rússia a países europeus através do fundo do mar Báltico até à Alemanha. O projeto foi desenvolvido para evitar o transporte de gás pelo território da Ucrânia.

O Nord Stream 2 atravessará os territórios e/ou zonas econômicas exclusivas de vários países situados ao longo do mar Báltico. Entre eles estão a Rússia, Finlândia, Suécia, Dinamarca e Alemanha. Além disso, conforme a convenção Espoo, tais países como a Polônia, Letônia, Lituânia e Estônia participaram das consultas do projeto.

 

Com informações de Sputnik

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.