Português   English   Español

Suíça envia aos EUA prova de milhões em propinas pagas a chavistas

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

A pedido da Justiça americana, Ministério Público suíço libera extratos bancários que identificam subornos recebidos por funcionários de alto escalão da ditadura Maduro em troca de contratos da PDVSA, a estatal do petróleo da Venezuela.

O Ministério Público da Suíça enviará à Justiça americana extratos bancários de contas que teriam sido usadas para o pagamento de US$ 160 milhões em propinas para cinco pessoas, entre funcionários do alto escalão da ditadura chavista e diretores da PDVSA, a estatal do petróleo da Venezuela – a identidade dos envolvidos ainda é mantida em sigilo.

Com os extratos, os americanos pretendem identificar quem nas ditaduras de Hugo Chávez e de Nicolás Maduro lucrou com o esquema que falsificava contratos públicos da estatal venezuelana.

A suspeita é que até os apagões em Caracas, ainda sob o governo de Chávez, foram usados para dispensar licitações e desviar dinheiro.

 

Adaptado da fonte Estadão

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...