Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Suíça julgará suspeitos da Lava Jato pela primeira vez

COMPARTILHE

MP da Suíça acusou um  indivíduo de “cumplicidade” no pagamento de propinas a funcionários públicos estrangeiros.

A Justiça da Suíça levará ao banco dos réus suspeitos de terem participado do mega-esquema de corrupção envolvendo mais de mil contas secretas no país da Europa.

A decisão acontece após cinco anos cooperando com o Brasil nas investigações da operação Lava Jato, que assolaram o sistema político nacional. 

No final deste mês de janeiro, os tribunais suíços começarão a julgar o primeiro caso, algo inédito desde o início do processo entre 2014 e 2015 no Brasil. 

O Ministério Público, em Berna, acusa um indivíduo de “cumplicidade” no pagamento de propinas a funcionários públicos estrangeiros, lavagem de dinheiro agravada e outros crimes. 

O nome do primeiro suspeito, no entanto, não foi revelado pelas autoridades, informa o site UOL.

O acusado é suspeito de ter atuado como intermediário para o pagamento de propinas de mais de US$ 35 milhões a ex-diretores da Petrobras, entre 2007 e 2014. 

Ele também é acusado de ter praticado o crime de lavagem de dinheiro de mais de 1 milhão de euros e 500 mil dólares.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE