Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Super Terça: esquerda dos EUA define adversário de Trump

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Super Terca esquerda dos EUA define adversario de Trump
Imagem: LM Otero/AP Photo

Já foram realizadas primárias democratas em Iowa, New Hampshire, Nevada e Carolina do Sul.

Os pré-candidatos do Partido Democrata à eleição presidencial de 2020 nos Estados Unidos enfrentam, nesta terça-feira (3), o principal teste das primárias.

A data marca a chamada Super Tuesday (Super Terça, em português), quando eleitores de 14 estados dos EUA, além da Samoa Americana, vão às urnas para escolher o presidenciável democrata. 

O nome indicado por eles vai tentar impedir a reeleição do popular presidente republicano Donald Trump em novembro.

Ao todo, 1.357 delegados estão em jogo, de um total de 3.979. Para conquistar a nomeação, são necessários 1.991 delegados.

Apesar de o número de delegados em jogo na Super Terça não ser decisivo para cravar o candidato democrata, a data é um excelente termômetro para as prévias que virão a seguir, podendo sacramentar ou enterrar definitivamente uma candidatura. 

Tanto em 2008 quanto em 2016 os democratas que saíram à frente na Super Terça foram os nomes do partido no pleito presidencial: Barack Obama e Hillary Clinton, destaca o jornal Gazeta do Povo.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email