Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Supermercados da Venezuela continuam sem produtos

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

A escassez de alimentos por toda Venezuela é geral e evidente. Nas prateleiras de artigos não perecíveis que não estão vazias, há poucos produtos importados que ocupam quase todo o espaço.

As prateleiras dos supermercados e das farmácias da Venezuela amanheceram vazias na segunda-feira (27). Ontem foi o dia escolhida pela ditadura de Nicolás Maduro para que o novo pacote econômico entrasse em vigor.

Na capital, Caracas, e em cidades próximas, como Guarenas e Guatire, praticamente nenhum dos 25 produtos da cesta básica, cujos preços foram regulados na semana passada, estavam nas prateleiras.

Em vários supermercados de Caracas, os freezers que deveriam expor carne bovina estavam completamente vazios. Apenas alimentos processados, como hambúrgueres, estavam disponíveis.

Um açougueiro que preferiu não se identificar disse que a loja para a qual trabalha não está recebendo produtos e que não está claro quando eles voltarão a ser entregues.

Nas redes sociais, vários venezuelanos divulgaram na segunda-feira imagens das prateleiras vazias em supermercados de diferentes regiões do país, um fenômeno paralelo à queda de preços ordenada pelo governo. A situação se repete nas farmácias do país.

 

Adaptado da fonte Estadão

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias