Supostos assassinos de Marielle vão a júri popular

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Acusados de assassinar a ex-vereadora do PSOL vão júri popular, confirma Justiça do Rio.

O policial militar da reserva Ronnie Lessa e o ex-PM, Élcio de Queiroz, vão a júri popular pelo assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.  

A decisão da 1ª Câmara Criminal do Rio de Janeiro foi proferida, nesta terça-feira (9), em reunião virtual, e apreciou a determinação tomada na primeira instância.  

Em 2020, a Justiça do Rio de Janeiro havia determinado que os dois iriam para júri popular.  

A defesa de Élcio de Queiroz e Ronnie Lessa recorreu, contestando as provas e os fundamentos levantados pela polícia e pelo Ministério Público do Rio de Janeiro para evitar o julgamento pelo júri popular.  

O pedido, no entanto, não foi aceito pela 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça fluminense. 

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.