Supremo da Inglaterra proíbe orações ao redor de clínicas de aborto

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A Suprema Corte da Inglaterra e do País de Gales declarou legal na segunda-feira (2) a criação de uma zona em torno de uma clínica de aborto em Londres onde orações são proibidas.

A decisão deve encorajar o estabelecimento de mais zonas semelhantes pelo Reino Unido.

Em sua decisão, o juiz Justice Turner concordou que a proibição interfere com os direitos humanos dos ativistas pró-vida, mas disse que é legítimo que o Supremo conclua que se trata de um “passo necessário em uma sociedade democrática”.

O magistrado declarou:

Havia evidências substanciais de que um número considerável de usuários da clínica sentia razoavelmente que sua privacidade estava sendo seriamente invadida no momento em que eles estavam mais vulneráveis e sensíveis à atenção indesejada.

 

Traduzido e adaptado de Breitbart

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.