Português   English   Español
Português   English   Español

Supremo de Israel expulsa diretor da ONG Human Rights Watch

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Supremo de Israel expulsa diretor da ONG Human Rights Watch

O membro da ONG disse que, se for expulso, Israel se juntará a uma lista de nações que inclui Irã, Coreia do Norte e Egito.

A Suprema Corte de Israel ratificou, nesta terça-feira (5), a decisão de expulsar o norte-americano Omar Shakir, diretor da ONG Human Rights Watch nos territórios israelenses e palestinos. 

Shakir foi acusado pelo governo do premiê Benjamin Netanyahu de apoiar uma campanha de boicote internacional contra o país do Oriente Médio.

A decisão final sobre o destino de Shakir agora pertence ao governo israelense, que já revogou em 2018 sua permissão de residência e de trabalho no país, informa o site Poder360.

Em abril do ano passado, um tribunal de primeira instância ordenou a deportação de Shakir com o argumento de que suas atividades contra uma suposta ocupação de territórios na Cisjordânia equivalem a um boicote a Israel.

Uma lei israelense que passou a valer em 2017 impede a entrada no país e prevê a deportação daqueles que apoiem publicamente o movimento Boicote, Desinvestimento e Sanções, conhecido pela sigla BDS, uma ação internacional contra Israel.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Veja também_

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email:

Fique tranquilo(a), assim como você também odiamos spam, você poderá sair quando quiser :)

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Nunca mais seja massa de manobra. Assine!