Português   English   Español

Supremo do Equador vincula ex-presidente com sequestro de político

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

A Corte Nacional de Justiça do Equador (CNJ), que é o principal tribunal do país, vinculou nesta segunda-feira (18) o ex-presidente Rafael Correa a um processo pelo sequestro do ex-deputado Fernando Balda, em 2012, na Colômbia.

Ficou determinado que Rafael Correa, parceiro de Maduro e Lula no Foro de São Paulo, se apresente no tribunal a cada 15 dias, a partir de 2 de julho.

O ex-presidente é acusado de “formação de quadrilha” e sequestro de Balda, um dos mais conhecidos políticos opositores à gestão de Correa, que governou o Equador entre 2007 e 2017.

De acordo com informações do BOL:

Balda denunciou o sequestro em 2012, mas o Ministério Público iniciou uma investigação reservada e solicitou as primeiras versões.

Conforme o relato do político, o sequestro aconteceu na Colômbia na noite de 13 de agosto de 2012, quando ele foi abordado por cinco pessoas – quatro homens e uma mulher – e colocado violentamente em um carro. O veículo foi localizado e uma pessoa foi detida pelas autoridades colombianas.

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações