PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Supremo do Equador vincula ex-presidente com sequestro de político

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

A Corte Nacional de Justiça do Equador (CNJ), que é o principal tribunal do país, vinculou nesta segunda-feira (18) o ex-presidente Rafael Correa a um processo pelo sequestro do ex-deputado Fernando Balda, em 2012, na Colômbia.

Ficou determinado que Rafael Correa, parceiro de Maduro e Lula no Foro de São Paulo, se apresente no tribunal a cada 15 dias, a partir de 2 de julho.

O ex-presidente é acusado de “formação de quadrilha” e sequestro de Balda, um dos mais conhecidos políticos opositores à gestão de Correa, que governou o Equador entre 2007 e 2017.

De acordo com informações do BOL:

Balda denunciou o sequestro em 2012, mas o Ministério Público iniciou uma investigação reservada e solicitou as primeiras versões.

Conforme o relato do político, o sequestro aconteceu na Colômbia na noite de 13 de agosto de 2012, quando ele foi abordado por cinco pessoas – quatro homens e uma mulher – e colocado violentamente em um carro. O veículo foi localizado e uma pessoa foi detida pelas autoridades colombianas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.