Supremo dos EUA mantém veto imigratório de Trump

Terceira versão do decreto de Donald Trump estabelece veto total para a entrada de imigrantes de Síria, Líbia, Irã, Iêmen, Somália, Coreia do Norte e Venezuela.

A Suprema Corte dos Estados Unidos determinou nesta terça-feira (26) que o presidente Donald Trump tem a autoridade de proibir a entrada de viajantes de certos países se achar a medida necessária para proteger a América.

Tal medida foi uma prioridade do presidente republicano desde sua primeira semana no cargo.

A decisão, adotada por 5 juízes contra 4, dá vitória ao presidente após uma batalha judicial sobre o veto imigratório de Trump.

De acordo com informações da Gazeta do Povo:

Os tribunais inferiores haviam derrubado cada uma das três versões do decreto presidencial, a primeira das quais foi emitida em janeiro de 2017, por considerarem que a medida excedia a autoridade do presidente e que seria motivada por preconceito de Trump contra os muçulmanos. Mas o governo estava esperançoso com a decisão na Suprema Corte, que em dezembro já havia decidido deixar a proibição entrar em vigor enquanto analisava o caso.

Foi a primeira vez que a alta corte considerou os méritos de uma política que consumiu a administração desde o seu início. O caso levantou questões sobre o papel do judiciário em assuntos de segurança nacional, geralmente tratados pelos políticos.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia