PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Supremo da Venezuela exclui oposição do processo eleitoral

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

A Suprema Corte da Venezuela excluiu nessa quinta-feira (25/01) a aliança opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) das próximas eleições presidenciais, nas quais o ditador Nicolás Maduro formalizará sua “reeleição”.

A sentença do Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) foi bastante direta:

Se ordena ao Conselho Nacional Eleitoral a exclusão da ‘Mesa da Unidade Democrática’ (MUD) no processo de renovação convocado.

O máximo tribunal venezuelano alega que permitir a validação do cartão unitário da MUD vai contra “abertamente a proibição da dupla militância“.

Horas antes, a diretora eleitoral Tania D’ Amelio informou que os opositores não poderiam validar seu cartão unitário em sete estados do país, onde uma queixa criminal contra a MUD foi arquivada.

A Assembleia Constituinte que controla o país sob tutela do ditador Nicolás Maduro, antecipou as “eleições presidenciais”, habitualmente realizadas em dezembro, para o primeiro semestre deste ano.

Nessa quinta-feira, Maduro veio a publico mostrar o tipo de “democracia” que vive o povo Venezuela ao “pedir” para trabalhadores garantirem por escrito que votarão nele.

 Com informações de: [EM]
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.