- PUBLICIDADE -

Taiwan critica ‘interferência política da China’ na OMS

Taiwan critica ‘interferência política da China’ na OMS
- PUBLICIDADE -

Taiwan registrou apenas 29 mortes por Covid-19 desde o início da pandemia.

Os membros da Organização Mundial da Saúde (OMS) mais uma vez decidiram não abordar a questão da participação de Taiwan na Assembleia Mundial da Saúde, que está sendo realizada de forma online entre 24 de maio a 1º de junho.

Tedros Adhanom, chefe da OMS, disse, nesta segunda-feira (24), que a assembleia foi “uma das mais importantes da história”, pois teve como objetivo a prevenção de uma próxima pandemia.

Enquanto isso, Taiwan, uma ilha oficialmente reconhecida apenas por algumas nações, criticou o papel da China em manter a ilha à margem do evento.

Na semana passada, o chanceler de Taiwan, Joseph Wu, havia pedido à OMS que mantivesse uma “posição profissional e neutra, rejeitando a interferência política da China“.

Taiwan é considerado um modelo de gestão de crises, embora um surto recente tenha triplicado o número de casos, chegando agora a quase 5 mil.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -