Português   English   Español

Tarcísio de Freitas quer conectar ferrovia ao porto de Açu

Tarcísio de Freitas quer conectar ferrovia ao porto de Açu
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

“Levar ferrovia ao Açu será feito com recursos provenientes da prorrogação ou com recursos públicos”, afirmou o ministro Freitas.


O ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou, nesta segunda-feira (24), que o governo tem planos para conectar a Ferrovia Vitória a Minas ao porto do Açu, passando pelo polo petroquímico Comperj, ambos no Rio de Janeiro.

“É preciso levar uma ferrovia para porta do Açu. Isso ainda está em avaliação. Levar ferrovia ao Açu será feito com recursos provenientes da prorrogação ou com recursos públicos. Fazer chegar no Açu é uma prioridade”, disse Freitas a jornalistas em evento empresarial no Rio, segundo a agência Reuters.

Segundo o ministro, o projeto de engenharia e a precificação da malha da EFVM de Cariacica (ES) até o Rio de Janeiro serão feitos pela mineradora Vale.

Na semana passada, a Vale conseguiu junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) prorrogação do contrato de concessão da Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) por mais 30 anos, antecipando investimentos que seriam feitos apenas a partir de 2027.

Sobre rodovias, o ministro afirmou que a concessão da rodovia Presidente Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro e atualmente operada pela CCR, deve passar por um novo modelo de cobrança de pedágio, com o pagamento da tarifa por quilômetro rodado.

Hoje, segundo Freitas, uma pequena parcela de veículos que trafegam pela rodovia, cerca de 10%, pagam pedágio.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...