PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Tardígrado recém-descoberto é capaz de emitir luz azul

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Esta espécie usa os poderes da fluorescência como escudo protetor dos níveis de radiação ultravioleta.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Sabe-se da existência de cerca de 1,3 mil espécies diferentes de tardígrado, e elas são encontradas em todo o mundo.

Uma espécie recém-descoberta dessa criatura de oito patas emite um brilho azul quando exposta à luz ultravioleta.

O que é mais curioso é que esta espécie usa os poderes da fluorescência como escudo protetor dos níveis de radiação ultravioleta conhecidos por matar outros microorganismos, como bactérias e vírus.

A informação está presente em um novo artigo — publicado na Biology Letters — que tem como coautor o bioquímico Sandeep Eswarappa, do Instituto Indiano de Ciência em Bangalore.

Eswarappa e seus colegas obtiveram o novo tardígrado e outros musgos que cresciam em uma parede de concreto em Bangalore

Com o apoio de uma lâmpada germicida, os pesquisadores explodiram os espécimes com luz ultravioleta, o que foi feito para testar a tolerância das criaturas. 

Também conhecidos como urso d’água ou leitões do musgo, tardígrados são animais microscópicos capazes de tolerar temperaturas congelantes, radiação, desidratação e até mesmo o vácuo do espaço. 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.