- PUBLICIDADE -

TCE-RJ indica superfaturamento de R$ 123 mi na compra de respiradores

Delator de operacao da PF indica suposto caixa 2 de Witzel
Imagem: Tânia Rego/Agência Brasil

- PUBLICIDADE -

TCE solicitou a apresentação de razões de defesa ou o ressarcimento aos cofres públicos de R$ 36,5 milhões.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Rio de Janeiro aponta superfaturamento na compra de 1 mil respiradores por R$ 123 milhões —  um valor três vezes superior ao de mercado.

A auditoria foi feita em contratos emergenciais firmados pela Secretaria estadual de Saúde para a compra de ventiladores pulmonares no combate à pandemia de coronavírus.

Os principais responsáveis pelas irregularidades, de acordo com a auditoria¹ são:

  • Edmar José dos Santos, ex-secretário estadual de Saúde;
  • Gabriell Carvalho Neves Franco dos Santos, ex-subsecretário estadual de Saúde.

O TCE-RJ ainda solicitou a apresentação de razões de defesa ou o ressarcimento aos cofres públicos de R$ 36,5 milhões.

A auditoria foi realizada de 27 a 30 de abril em 3 contratos, com valor total de R$ 183,5 milhões

O governo Wilson Witzel informou, em nota², que a Controladoria Geral do Estado (CGE) ainda não foi comunicada do resultado da auditoria do TCE, por isso, não poderia se manifestar.

Referências: [1][2]

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -