Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

TCU aponta R$ 42 bilhões em pagamento indevido do auxílio

TCU determina ao Ministério da Cidadania revisar o cadastro de beneficiários e excluir quem não precisa mais do auxílio.

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Caixa ja bloqueou 60 apps falsos sobre auxilio emergencial
Imagem: CAIO ROCHA/FRAMEPHOTO
COMPARTILHE

O Tribunal de Contas da União (TCU) afirma que o pagamento indevido do auxílio emergencial já chega a R$ 42 bilhões

De acordo com o relator do processo que acompanha o benefício, ministro Bruno Dantas, até o momento 1,3 milhão de pessoas foram excluídas, o que representa 2% do total de elegíveis. 

Em sessão plenária, nesta quarta-feira (26), o TCU determinou que o Ministério da Cidadania verifique regularmente a elegibilidade dos beneficiários que estão recebendo e exclua aqueles que não mais preencham os requisitos para receber o auxílio.

“É importante que o governo verifique se esses beneficiários,que em março respondiam aos requisitos,  permanecem na data de hoje na mesma situação de vulnerabilidade. Considerando a inserção de 12 milhões de pessoas no mercado de trabalho desde o começo da pandemia, esse contingente não mais necessita do auxílio”, afirmou Dantas.

“Então o ministério precisa fazer esse acompanhamento mês a mês, para que essas pessoas que entraram no mercado deixem de receber o auxílio”, acrescentou o ministro, segundo o portal R7.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM