Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Tecnologia deepfake já é uma realidade na política dos EUA

Tecnologia deepfake já é uma realidade na política dos EUA

Recentemente, o presidente Trump compartilhou um vídeo criado com base na tecnologia deepfake.

A tecnologia “deepfake” é uma técnica que, entre outras funcionalidades, usa inteligência artificial para inserir imagens de pessoas em cenas de vídeos já existentes.

Neste breve tempo de existência, a técnica já ajudou na produção de conteúdos pornográficos com celebridades e até mesmo de discursos fictícios de políticos influentes.

E, ao que tudo indica, a campanha eleitoral de 2020 nos Estados Unidos será recheada de produções utilizando a tecnologia deepfake.

O perfil @mad_liberals, na rede social Twitter, é um claro exemplo do amplo potencial de disseminação dos conteúdos produzidos com o deepfake.

“Eu sou um ‘manipulador de vídeo’ fazendo memes para o nosso presidente, Donald J. Trump! Sinta-se livre para compartilhar meus vídeos onde quiser!”, diz a biografia do perfil.

Os vídeos produzidos pelo perfil são amplamente compartilhados nas redes sociais. Dias atrás, até mesmo o presidente dos EUA, Donald Trump, publicou uma das produções em seu feed no Twitter.

No entanto, apesar de a tecnologia ser retratada geralmente como negativa, as gigantes digitais estão começando a lucrar com o impulsionamento de propostas baseadas no deepfake.

Uma reportagem recente apontou que o TikTok está criando um software do tipo deepfake como uma ferramenta para os usuários colocarem seus rostos em outros corpos, como noticiou a RENOVA.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias