Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Telegram diz que ataque cibernético foi causado pela China

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Telegram diz que ataque cibernético foi causado pela China
COMPARTILHE

Fundador do aplicativo de mensagens diz que ataques ao Telegram foram feitos pela China para suprimir protestos em Hong Kong.

O regime comunista da China foi o provável responsável pelos ciberataques contra o aplicativo de mensagens Telegram nesta quarta-feira (12), segundo informações do CEO do app, Pavel Durov.

A motivação para tais atos seria frustrar a semana de intensos protestos que tem ocorrido em Hong Kong.

Durov afirma que as botnets que faziam parte dos ataques DDoS (negação de serviço) tinham “endereços IPs vindos em sua maioria da China”.

“Historicamente, o tamanho de ataques DDoS (com requisições entre 200-400 Gb/s) patrocinado por estado que fomos alvo coincide com os protestos em Hong Kong (que foram coordenados pelo Telegram). Este caso não foi uma exceção”, disse Durov em tuíte publicado nesta quarta.

É estimado que 1 milhão dos 7,4 milhões de habitantes de Hong Kong foram às ruas no dia 9 de junho para protestar contra uma nova lei de extradição que tornaria mais fácil para Pequim prender pessoas na ex-colônia britânica, informa o site Gizmodo.

Hong Kong foi uma colônia do Reino Unido até ser entregue à China em 1997. No entanto, a cidade sempre gozou de certa autonomia do estado autoritário da China continental.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM