Temer levanta possibilidade de rever política de preços da Petrobras

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Frequentes e até diários reajustes nos preços dos combustíveis estão entre os principais fatores por trás da greve dos caminhoneiros.


O presidente Michel Temer admitiu em entrevista à TV Brasil, nesta terça-feira (29), que o governo pode reexaminar a política dos preços de combustíveis da Petrobras. Segundo relatos da imprensa, conversas já estão em andamento entre o governo e a estatal petrolífera.

Temer declarou:

Convenhamos, a Petrobras se recuperou ao longo destes dois anos. Estava em uma situação, digamos, economicamente desastrosa há muito tempo. Mas nós não queremos alterar a política da Petrobras. Nós podemos reexaminá-la, mas com muito cuidado.

Os frequentes reajustes nos preços dos combustíveis, inclusive diários, foram um dos principais motivos da greve dos caminhoneiros. Desde julho do ano passado, a Petrobras realiza os reajustes com base no dólar e na variação internacional do preço do barril de petróleo.

Em meio à greve dos caminhoneiros e após o anunciou da redução do preço do litro do óleo diesel pelo governo, a Petrobras perdeu mais de 120 bilhões de reais em valor de mercado nos últimos dias, refletindo temores quanto a uma interferência na política de preços da estatal.

Com informações do BOL

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...