Templo da Universal vandalizado no Chile por militantes anti-Bolsonaro

Idiomas:

Português   English   Español
Templo da Universal vandalizado no Chile por militantes anti-Bolsonaro
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), declarou apoio ao presidenciável do PSL em setembro.


Um dos templos da Igreja Universal do Reino de Deus em Santiago, capital do Chile, foi vandalizado na madrugada desta sexta-feira (26).

As paredes da igreja instalada no bairro de Recoleta foram cobertas por pichação, como as frases (originalmente escritas em espanhol) “com o seu dízimo financias o diabo”, “ele não” e “Hitler = Bolsonaro”.

O líder da Universal, bispo Edir Macedo, declarou seu apoio ao presidenciável do PSL dias antes do primeiro turno, conforme noticiou a Renova Mídia.

A polícia, segundo a assessoria de imprensa da Universal, investiga o caso, tratado como crime de motivações políticas.

Ao portal da Universal o pastor Francisco de Menezes, que tem o templo chileno sob sua guarda, disse que o ataque foi “uma ação de terroristas, de vândalos”.

 

Adaptado da fonte Folha

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...