Português   English   Español

Tereza Cristina diz que não concedeu benefícios fiscais à JBS

Tereza Cristina, futura ministra da Agricultura, disse nesta segunda-feira (19) que não é parceira da JBS e que não concedeu benefícios fiscais à empresa.

A deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS) afirmou nesta segunda-feira (19) à rádio CBN que não é parceira da JBS e que não concedeu benefícios fiscais à empresa.

A futura ministra da Agricultura do governo de Jair Bolsonaro foi acusada pelo jornal “Folha de S.Paulo” concedeu incentivos fiscais à empresa JBS quando era secretária do agronegócio de Mato Grosso do Sul (MS), ao mesmo tempo em que mantinha um negócio pecuário com o grupo.

Em entrevista, Tereza declarou:

Matéria foi feita de maneira a levar as pessoas a entenderem que existe uma negociação não republicana e isso não é verdade. São assuntos separados e diferentes.

E acrescentou:

Eu não sou parceira da JBS. Minha família tem um confinamento e este confinamento lá trás, em 2009, houve uma parceria pecuária que é uma maneira de fazer negócio dentro da pecuária absolutamente normal e que foi feita com essa empresa que é a maior empresa de carnes.

Segundo a deputada, o contrato com a JBS com negócio da sua família era para engorda de bois.

Neste domingo (18), o presidente eleito Jair Bolsonaro defendeu sua futura ministra da Agricultura, conforme noticiou a Renova Mídia.

Adaptado da fonte G1

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter