Português   English   Español
Português   English   Español

Testemunha de Jeová é condenado na Rússia por extremismo

Testemunha de Jeová é condenado na Rússia por extremismo
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Um dinamarquês membro das Testemunhas de Jeová foi julgado na Rússia por extremismo e condenado a seis anos de prisão.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira (6) por um porta-voz das Testemunhas de Jeová. Esta denominação religiosa está proibida na Rússia desde 2017 no país.

Após um julgamento de dez meses em Oriol, uma pequena cidade que fica 400 km ao sul de Moscou, o dinamarquês Dennis Christensen foi condenado a seis anos de prisão.

As Testemunhas de Jeová anunciaram que pretendem recorrer da decisão.

O Serviço Federal de Segurança (FSB) russo anunciou a detenção de Dennis Christensen e de outros membros da igreja em maio de 2017, em Oriol, durante uma cerimônia religiosa, poucas semanas após a proibição deste movimento na Rússia, informa o Correio Braziliense.

As Testemunhas de Jeová, que afirmavam ter 172.000 membros na Rússia, foram proibidos em abril de 2017 pelo Tribunal Supremo. Hoje, o Ministério da Justiça os considera “extremistas”.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!